4 de setembro de 2012

Somos todos um



Nos tempos atuais as pessoas não se importam mais com os outros (ou nunca se importaram): de duas, uma. Mas parece que elas estão cada vez mais frias, não estendem a mão para ajudar o próximo. Quantas vezes você precisou da ajuda de alguém e ninguém te ajudou? Ou quando alguém precisava de ajuda e você não ajudou? Pior ainda é quando em algum momento qualquer você ajudou e negaram ajuda. As pessoas olham demais para o seu nariz e esquecem os outros. "Os outros são os outros", pensamento mesquinho esse, não? Falta um pingo de humanidade em cada gesto e em cada palavra. É muito fácil ser ajudado que prestar ajuda. Agora é olho por olho. Portanto, seja sempre solidário.


Embora a verdade possa variar, já perceberam que as pessoas querem se dar bem em cima dos outros? Mais do que deslealdade, ainda por cima tiram vantagem das pessoas e se julgam melhores. "O importante não é vencer e sim competir", na prática isso dificilmente se aplica. Tudo que fizermos deve ser por mérito próprio sem ter que passar por cima de ninguém. Nem por cima de si. A vida é assim mesmo, uns perdem e outros ganham. A vida que levamos não é mole. Sem sofrimento, não tem emoção. Viver para lutar e lutar para vencer. Só não diga que você nunca irá precisar de alguém. Nas igualdades e diferenças há um coração pulsando em cada ser. Eu sou outro você. Somos todos um. Um precisando do outro.

Um comentário:

  1. Muito bom o texto gabriel.Seguindo aqui

    www.diariodebarymore.blogspot.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Parceiros